Amor a Dança · Visões da Dança

“Visões da Dança” por Amanda Lima

Oi meus amores, tudo bem? ❤
Hoje, no Visões da Dança,  temos uma história linda da bailarina Amanda.
Vamos conferir?

Olá pessoas dançantes!! Sou Amanda Lima e vou contar um pouquinho da minha vida e dos meus sonhos na dança pra vocês. Tenho 21 anos e sou do interior de São Paulo, mais especificamente Ribeirão Preto. Meu primeiro contato com a dança foi aos 3 anos na escola onde estudava, aos 5 anos comecei a treinar ginástica num centro esportivo municipal e foi nesse período que os professores que me davam aulas começaram a perceber uma certa habilidade para alguns movimentos. Aos 6 anos, apesar de já gostar muito do ballet e da ginástica, tive que sair da escola que estudava por motivos financeiros e também deixei a ginástica. Foi quando ganhei minha primeira bolsa para estudar ballet, da professora que me dava aulas na escola e que também havia aberto recentemente um estúdio de dança. Fiquei lá até mais ou menos os 12 anos de idade, no entanto a escola fechou e apesar de amar a dança, meus pais não possuíam condições de pagar por aulas de dança naquele momento. Passei aproximadamente 2 anos sem dançar, e isso me trouxe consequências, eu que já era uma criança tímida me tornei ainda mais introspectiva, desta forma meus pais perceberam que eu não poderia ficar sem dançar e se esforçaram pra que eu pudesse voltar para o ballet. Entrei na escola mais tradicional da minha cidade, a princípio apenas para aulas de clássico, com o tempo ganhei bolsa para as demais modalidades, me formei no curso técnico em dança, participei de festivais competitivos e aos 17 anos, assim como muitos, tive que tomar uma grande decisão: investir todos os meus esforços em ser bailarina ou entrar na faculdade. Para mim uma adolescente negra e com pouca grana parecia loucura me jogar de cabeça no mundo da arte, os desafios pareciam muito maiores do que as chances de dar certo. Assim, com muitos medos e dúvidas, após o resultado do vestibular (no qual passei em pedagogia na UFSCAR, Dança na UNICAMP, Educação Física na USP) escolhi Ed. Física porque achei que seria uma ótima carreira B (e que teria a ver com dança). Continuei dançando, fazendo cursos, aulas, competindo tudo isso conciliando com o curso integral de Educação Física, mas não me sentia feliz. Foi muito difícil, muito estressante e poucas horas de sono, mas uma decisão que tive que fazer devido pressões e a as minhas condições financeiras, eu precisava ter outra formação já que a realidade da dança no Brasil como sabemos é bem difícil.

Terminei a faculdade e com mais maturidade, decidi que por mais que a vida para artistas no Brasil não seja fácil, eu não poderia abrir mão do meu sonho por este motivo, não poderia deixar de arriscar, de tentar até a última gota de suor para fazer dar certo. E assim sigo correndo atrás da arte que acredito e vivendo dela, faço parte do grupo Meraki em minha cidade, dou aulas de dança, trabalhos como modelo e sigo me empenhando muito para prestar audições em companhias. Esta é uma história que ainda não chegou no “felizes para sempre”, nas grandes cias internacionais ou grandes coreógrafos, mas é o começo da história de alguém que tem se esforçado muito para tal, que tem fé que chegará e que incentiva quem quer que seja que tenha um sonho a correr atrás dele.

Redes sociais da Amandinha:  facebook :Amanda Lima        Insta: @alimadance

Espero que tenham gostado, nós amamos receber vocês aqui e conhecer a história de cada um.
Todos nós temos histórias diferentes mas uma coisa em comum, o amor a dança!
Grande beijo e até a próxima! ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s